O Mar Começa Aqui | Trabalhos 2021

Escola Básica de Custóias (Matosinhos)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
“O Mar começa Aqui”
Escolhi o polvo e a lula porque são animais autóctones. O polvo está presente em todos os Oceanos da Terra. São animais solitários, que vivem entre rochas e nas suas falhas. Têm espécies que pesam 3 kg e outras que podem chegar aos 40 kg; algumas chegam a 3 metros de comprimento, sendo chamadas de monstros dos mares. Foi nesta base, que escolhi o polvo, pois acho que é um animal forte e que através dos seus braços vai poder dar a sua contribuição neste desafio. Só envolvendo muitos braços, conseguimos reduzir a quantidade de lixo que chega aos oceanos pelos sumidouros e sarjetas.
Escolhi a lula porque é um animal simpático da mesma classe do polvo, os Cephalopadas. O Polvo e a família de lulas lutam pela sobrevivência, nesta grande caminhada!
As cores escolhidas foram o rosa/roxo para o polvo (como meio de defesa, o polvo possui a capacidade de largar tinta e mudar a sua cor) e dois tons de azul diferentes, um para o mar e outro para o céu. Os materiais usados foram: lápis de cor, tinta guache e marcador preto.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
“O Mar começa Aqui” - Escola Básica de Custóias - Professora Coordenadora da atividade: Mavilde Gonçalves - aluna: Mafalda Teixeira Latourette - 8º ano Turrma H - 13 anos
O desafio foi desenvolvido em 4 fases diferentes.
1ª Fase - articulação com a disciplina de Educação Visual, onde foi lançado o desafio a algumas turmas do terceiro ciclo da escola
2ª Fase - consulta dos objetivos do projeto e respetivo regulamento no site https://omarcomecaaqui.abae.pt/
3ª Fase - elaboração da respetiva memória descritiva da imagem e do projeto
4ª Fase - proposta de desenho apresentado em formato de fotografia por via digital (escala 1:3)
Com este projeto pretende-se sensibilizar toda a comunidade educativa para que entendam que as sarjetas de passeio e sumidouros são importantes dispositivos de entrada de fluxos de água, e consequentemente de resíduos por nós produzidos, logo, tudo o que cai no chão, vai parar ao mar. Com este projeto tivemos oportunidade igualmente de estimular a criatividade e as competências na área da expressão plástica.
As nossas pequenas ações podem fazer grandes mudanças e mover multidões!

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências