O Mar Começa Aqui | Trabalhos 2021

Escola Básica 2,3 de S. Torcato (Guimarães)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
No âmbito da disciplina de Ciências Naturais, em articulação com o projeto Eco Escolas, foi proposto a elaboração de um esboço para pintar uma sarjeta em S. Torcato, tendo como tema “O Mar Começa Aqui”.
Antes da realização do projeto, a professora da disciplina de Ciências Naturais alertou para a problemática da poluição no planeta. Foi nesse sentido que os alunos efetuaram, um pequeno trabalho de pesquisa relativamente à problemática da poluição dos mares, por forma a melhorar o seu conhecimento sobre os principais problemas que afetam os oceanos. Todos sabemos que a poluição tem origem humana, em terra e no mar, e representa uma grave ameaça para as formas de vida e para o equilíbrio dos ecossistemas. Cerca de 80% destes poluentes são plásticos e a maioria provém de atividades desenvolvidas em terra. Por isso, é necessário alertar as pessoas, tentando promover comportamentos que possam evitar a poluição.
Os resultados da cultura do uso de embalagens podem ser constatados, sempre que se vai a uma praia ou até na prática de mergulho em qualquer parte dos oceanos. De acordo com uma estimativa, até 2050 os oceanos poderão conter por peso, mais plástico do que peixe. Os artigos descartáveis de plástico são o maior grupo de resíduos encontrados nas margens do mar: produtos como garrafas de bebida, beatas de cigarros ou cotonetes representam quase metade de todo o lixo marinho. A maneira mais eficaz de resolver o problema é evitar que mais plástico entre no oceano.
Assim optamos por envolver a imagem de uma tartaruga, que simboliza a lentidão da mente humana em perceber esta problemática. Este animal apesar da sua lentidão chega ao destino! A sua ajuda é preciosa, transmite a mensagem, que, apesar de se esconder na sua carapaça os problemas do dia-a-dia continuam! Não é protegermo-nos em casa que resolvemos os problemas ambientais, mas com a envolvência de todos, vamos conseguir! O lema é “devagar se vai ao longe” e que todos juntos conseguimos reduzir as toneladas de plástico que estão a chegar aos oceanos. Pretende simbolizar o necessário e urgente envolvimento de todos, para reduzirmos a quantidade de plástico que chega, nomeadamente pelos sumidouros e sarjetas, aos oceanos.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
O desafio foi concretizado por alunos da Escola Básica do Vale de S.Torcato, do 6º ano de escolaridade, idades compreendidas entre os 10 e os 13 anos, com a orientação da professora Paula Lopes, coordenadora do projeto Eco-Escolas. Os trabalhos foram propostos no início do 1º período, na disciplina de Ciências Naturais.
Este desafio consistiu numa campanha de sensibilização, que proporcionou como objetivos principais:
-Compreender a necessidade de preservação dos ecossistemas e da biodiversidade em geral e da qualidade da água doce e salgada em particular;
-Educar para uma cidadania ativa incitando os nossos alunos a passarem a mensagem de que “Tudo o que cai no chão, vai parar ao mar” a toda a comunidade educativa;
-Estimular a criatividade dos alunos, através do desenvolvimento de competências em áreas como a expressão plástica.
Posteriormente os alunos foram encaminhados para o exterior da escola, onde visualizaram na berma do passeio, junto ao gradeamento, um sumidouro onde todos costumam passar no seu percurso escolar.
A metodologia implementada envolveu diferentes fases:
1.ª fase: Os alunos realizaram um esboço a lápis de carvão, de uma imagem a desenhar no sumidouro;
2.ª fase: Passaram à fase de coloração;
3.ª fase: Todos os desenhos realizados foram a votação, por um grupo de professores, elementos sugeridos pelos alunos;
4ª fase: Divulgação dos trabalhos no placard do projeto Eco-Escolas.
O resultado final foi bastante satisfatório! Constatámos que os nossos alunos continuam sensibilizados para as questões ambientais.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências