O Mar Começa Aqui | Trabalhos 2021

Escola Secundária Augusto Gomes (Matosinhos)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
Neste projeto decidi utilizar o espadarte como elemento principal por causa da
sua forma peculiar. Após várias tentativas de colocá-lo de forma dinâmica na
imagem, decidi situá-lo a apontar para a sarjeta e coloquei a frase “O mar começa
aqui” em cima do peixe para dar o efeito do espadarte ser uma seta a indicar que
o mar começa ali.
Tornei a sarjeta numa lata de peixe, porque não só representa a indústria
conserveira à qual Matosinhos teve grande destaque mas também alerta para o
facto de toda a poluição que vai para o mar acabar por voltar para os nossos
pratos.
Introduzi o cardume de peixes para fazer a imagem mais dinâmica e introduzir
uma sensação de movimento. Eles estão aglomerados na sarjeta para dar mais
ênfase a esse elemento.
Quanto às cores, utilizei diversas tonalidades de azul e amarelo na lata para
contrastar. O cinzento representa a cor da estrada pois penso que fica melhor
sem pintar o fundo de outra cor.
Como medida real da sarjeta utilizei 56cm x 32cm, que escalados na tela A3 são
9,8 cm x 5,6 cm. O trabalho todo ocupa uma área de, aproximadamente, 2,4m x
1,17m.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
O mar, para além de ser um sítio mágico, é a casa de várias espécies e é
fundamental para o equilíbrio ecológico do planeta. Mas, por nossa culpa, isto
tudo está em risco. É um dever humano impedir a sua destruição, e este projeto
pretende precisamente isso. Mais especificamente, este projeto tenciona alertar
para a boa utilização das redes de drenagem de águas pluviais, uma vez que
grande parte do que é deitado ao chão é levado para as sarjetas e,
consequentemente, para o mar, contribuindo para a sua poluição.
Escola Secundária Augusto Gomes, Prof. Helena Viana
Nº19, 12ºI, 17 anos

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências