O Mar Começa Aqui | Trabalhos 2021

Escola Básica de Vale de Milhaços (Seixal)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
"O Mar Começa Aqui" é um projeto que tem como objetivo alertar para o lixo que, através das sarjetas/sumidouros, vai parar ao mar.
Assim, o desenho representa uma sarjeta/sumidouro da nossa escola e a relação de escala entre esta e desenho. Toda a sarjeta/sumidouro está integrada no corpo do peixe.
O nome do projeto, “O Mar começa Aqui”, chama a atenção para o projeto e pretende mais facilmente sensibilizar quem passa para os seus objetivos.
O desenho é composto por uma mancha azul, que simboliza o mar e um peixe pintado de laranja e verde, que representa as espécies do mar. Parte do corpo do peixe é a grelha, como forma de proteção. Na boca do peixe encontra-se um saco de plástico, simboliza o lixo que não deve fazer parte do meio ambiente e o quanto devemos respeitar para evitar a poluição. Poluição causada pelos resíduos deixados ao abandono no chão, sem respeito pelos outros e pelas consequências dessa atitude. Muitos deles são plásticos, materiais de degradação extremamente lenta e extremamente perigosos para a vida marinha.
NÃO vamos deixar que a água poluída de resíduos escorra pela sarjeta e polua os ambientes marinhos.
Por isso, este desenho é um alerta: Vamos agir corretamente, vamos evitar os plásticos, não vamos deitar lixo para o chão, vamos proteger os oceanos, vamos proteger a biodiversidade marinha!
Esperamos que este desenho venha a ser concretizado em pintura real de algumas das sarjetas/sumidouros do nosso Concelho, incluindo algumas da nossa escola.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Escola Básica de Vale de Milhaços, Corroios, Seixal (distrito de Setúbal)
Professores Coordenadores da Atividade: Maria Helena Lança e Ana Bernardino (Coordenadoras do Projeto Eco-Escola) e Ana Grazina
Alunos participantes: alunos de 5º ano, com 10 anos de idade.
Síntese: A participação da nossa escola no projeto “O mar começa aqui” iniciou-se no passado ano letivo, no qual o desenho proposto pela nossa escola foi o mais votado do nosso concelho. Todavia, ainda não foi concluído, visto que as tintas para a concretização final do projeto (pintura das sarjetas), apenas foi disponibilizado já este ano, quando entrávamos de novo em confinamento, com aulas à distância. Esperamos pela oportunidade de o concretizar.
No contexto pandémico que atravessamos, as atividades têm estado muito limitadas, mesmo nos momentos de ensino presencial, dada a necessidade de recuperar aprendizagens e de cumprir as exigentes regras sanitárias.
Ainda assim, a nossa escola optou por se inscreveu-se no projeto também no presente ano letivo, já com os alunos em regime de aulas à distância.
O projeto foi divulgado através dos diretores de turma, que por sua vez o transmitiram ao restante conselho de turma, aos alunos e encarregados de educação.
Dadas as condições, a adesão ao projeto foi muito limitada. A data limite de entrega do projeto é quase coincidente com o regresso às aulas presenciais e, como tal, foi mais difícil motivar os alunos a participar e acompanhar o projeto.
Muito se consegue fazer à distância, mas também há muitas limitações e o tempo parece ainda mais escasso…
Nos desenhos apresentados, nem sempre foi seguido o regulamento e a qualidade da imagem, muitas vezes fotografada com o telemóvel e com luz desadequada, foram alguns dos problemas.
Uma vez que apenas um projeto poderia ser enviado para concurso, o desenho escolhido é aquele que cumpre o regulamento e que, pela sua simplicidade, será facilmente concretizável no terreno.
Se houver condições, este projeto e o do ano anterior ou outros que venham a ser apresentados, irão ser concretizados e decorar as sarjetas /sumidouros da nossa escola.

Fase II - Escola: execução