O Mar Começa Aqui | Trabalhos 2021

Escola EB1/JI de Sendim (Matosinhos)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
EB./JI Sendim – Agrupamento Irmãos Passos
Com o objetivo de dar cumprimento ao desafio lançado, o trabalho selecionado é um desenho pintado com lápis de cor. O trabalho foi realizado em contexto de família, tendo sido a pesquisa realizada em conjunto. O projeto concretizado foi partilhado entre o desenho da mãe e a pintura do filho. A ideia subjacente ao trabalho é a necessidade de “Proteger o ambiente marinho de todos os resíduos líquidos ou sólidos que caem no chão, largados pela comunidade “.Ao entrarem pelas sarjetas tem como destino final o mar, contribuindo para a degradação da biodiversidade marinha. A frase “o mar começa aqui “reforça e completa a mensagem do desenho, alertando para a necessidade de cuidarmos do destino dos resíduos de forma a não irem parar ao chão. A pintura deste desenho tão sugestivo em cima e ao redor da sarjeta, vai informar e alertar para esta realidade, desconhecida por uns e ignorada por muitos. Pequenos gestos podem provocar grandes mudanças.
Realizou o trabalho a família do SANTIAGO DIAS PASSOS , 5 anos, -sala 2 Jardim de infância da EB. Sendim
Coordenadoras -Fernanda Pérola e Marta Nogueira

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Como foi implementado o projeto.
A participação da EB. Sendim – Agrupamento Irmãos Passos neste desafio, deve-se ao facto de a escola estar numa cidade marítima-Matosinhos- em que o problema da poluição do mar e da praia é muito sentida e também ao convite da Equipe de Educação do Departamento do Ambiente da Câmara Municipal de Matosinhos para participarmos. No 1º período toda a comunidade educativa dinamizou o tema “os resíduos invisíveis” no âmbito da semana europeia da redução dos resíduos. Os microplásticos (turma do 4ºano) e as beatas (os dois grupos de jardim de infância e as 3 turmas do 1º ciclo) foram os resíduos abordados e por inerência a poluição dos oceanos. Assim a participação nesta atividade surge na continuação das anteriores. Esta atividade foi aceite com muita satisfação por todo o corpo docente da escola e reforçada a sua pertinência pelo Conselho Eco Escolas.
Etapas do trabalho
1-Estando nós em confinamento e em atividades on-line- E@D, -cada professor/educador da escola ( ao todo 6 docentes) lançou o desafio aos seus alunos/famílias , relembrando toda a informação trabalhada anteriormente: “ o que é uma sarjeta e para que serve”, “ qual o destino da água da chuva e das lavagens dos pisos exteriores”, “Para onde vai tudo o que entra na sarjeta”…
2- Foi elaborado um texto explicativo com algumas imagens do que se pretendia que seguiu via classroom/e-mail para cada aluno com o intuito de operacionalizar os moldes em que o trabalho teria de se realizar. Ao mesmo tempo esclarecia as famílias cujos alunos devido ao seu nível de autonomia não exigem a sua presença nas aulas por MEET.
3- Cada aluno/família em casa realizou as suas pesquisas , elaborou o seu trabalho e enviou via classroom/e-mail para o seu professor.
Participaram 40 alunos/famílias num universo de 130.
4- Os coordenadores do programa eco escolas realizaram uma primeira seleção dos trabalhos enviados, tendo em conta os requisitos definidos pelo programa (mensagem clara, fácil reprodução no chão…).
5- Novamente via Classroom, todos os docentes votaram escolhendo o de sua eleição
Desta forma obtivemos o trabalho que apresentamos.
Trabalho realizado por:
Santiago Dias Passos ( e a família) 5 anos /Jardim de infância da EB. Sendim
6- Aquando do regresso à escola realizar-se-á uma exposição com todos os trabalhos apresentados e será divulgada a implementação do trabalho na página do agrupamento depois de aprovado o desenho apresentado pelo júri do programa.
7- A pintura do desenho será na sarjeta da rua que fica junto ao portão da escola.
Atividade coordenada pela coordenadora Fernanda Pérola.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências