O Mar Começa Aqui | Trabalhos 2021

Escola Básica e Secundária Anselmo de Andrade (Almada)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
Um peixe assustado/desesperado com a quantidade de resíduos que lhe chegam e que confunde com alimentos, por via do equipamento para o escoamento destinado às águas pluviais, devido a atitudes incorretas dos humanos.
A opção da cor amarela contornada a preto por ser a do fundo das placas da sinalização de advertência para condições potencialmente perigosas, indicando sua natureza (neste caso, o alimento tóxico para a fauna marinha).

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Escola Básica e Secundária Anselmo de Andrade
A professora Cristina Coelho de Educação Visual e ARTEC, em articulação com Cidadania e Desenvolvimento desafiou os seus alunos do 7º ano, com uma média de idades de 12 anos para esta atividade. O trabalho decorreu durante o período de confinamento.
Elementos fornecidos aos alunos para realizarem as propostas de imagem para os sumidouros:
O percurso das águas pluviais feito à superfície nas áreas impermeáveis nos pátios e valetas de arruamentos é conduzida para os coletores instalados subterraneamente, através das sarjetas e sumidouros até ser devolvida aos cursos naturais de água, lagos, lagoas, baías ou no mar.
As sarjetas de passeio e sumidouros são dispositivos de entrada de fluxos de água e garantem o acesso das águas pluviais às redes de drenagem, contudo, são frequentemente objeto de deposição de resíduos, quer decorrentes do arrastamento das águas da chuva, quer decorrentes da atividade humana, como lixos variados, garrafas, beatas, óleos alimentares, entre outros.
Compete às autarquias não só assegurar a provisão do serviço de gestão de resíduos urbanos no seu território, garantindo a limpeza das vias e espaços públicos, sarjetas e sumidouros à superfície, este projeto ajudará a alertar e sensibilizar a população em geral e a comunidade escolar para as consequências, quer nos ecossistemas terrestres, quer nos ecossistemas marinhos, da incorreta deposição dos resíduos.
É neste contexto que a ABAE lançou o desafio “O mar começa aqui” a todas as autarquias do país.
O mar começa em ti /O mar começa aqui
Temos de continuar a mudar a atitude/a forma como nos relacionamos com o Mar e com os outros; mudar a forma como nos comportamos social e ambientalmente.
O Mar começa no comportamento de cada um devendo evitar que os produtos de uso diário sejam largados nos esgotos e na rua. Os comportamentos têm de continuar a mudar e adaptar-se, o que fazemos na rua, em casa, na escola, no trabalho tem impacto e devemos, em cada dia e cada gesto, proteger o Mar.
Os resíduos que vão para o esgoto, o cano ou a sarjeta comprometem as Estações de Tratamento de Águas Residuais, cujo trabalho é essencial para a excelência da qualidade da água balnear, forçando-as a aumentar os recursos, humanos, materiais e financeiros utilizados no tratamento das águas.
Quando os resíduos chegam ao Oceano acentuam os graves problemas associados à poluição das águas balneares marítimas e fluviais e impedem-nos de realizar as suas funções, essenciais para a sobrevivência do Planeta.
A necessidade de utilização de materiais descartáveis (luvas, máscaras, embalagens, copos, talheres, etc.) implica a adoção de boas práticas de gestão dos resíduos domésticos, fazendo o encaminhamento adequado não os abandonando em sítios não adequados.
Os produtos/resíduos que usamos/produzimos não devem ser colocados “no cano” ou na sarjeta.
A iniciativa de sensibilização para a promoção da sustentabilidade conta com a participação/colaboração dos alunos do Agrupamento de Escolas Anselmo de Andrade, assim:
Pesquisa a imagem dos sumidouros e depois com as informações sobre o assunto:
• Elabora uma composição visual que comunique com criatividade.
• Junto da pintura poderão aparecer os logótipos do projeto e do Eco-Escolas (fornecidos pela ABAE). Poderão também ser integrados os logótipos do município/freguesia ou escola.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências