O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Colégio Rainha D. Leonor (Caldas da Rainha)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
Na imagem podemos observar uma tartaruga deformada por um plástico que a impediu de crescer normalmente e a acabou por levar à sua morte, uma situação real divulgada mundialmente.
A sargeta foi pintada como mar e a tartaruga encontra-se a abandonar o mesmo, como simbolismo para a nosso abandono dos oceanos e da sua proteção, concretamente com o desleixo com os resíduos, começando por não os reduzir, nem os reutilizar e acabando por não os colocar nos ecopontos, o que tem levado à morte de tantos animais marinhos, que muitas vezes os ingerem convictos de se tratar de alimento.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Escola: Colégio Rainha D. Leonor
Professora coordenadora: Susete Cardoso
Aluna: Carlota Rito, nº 5
Idade: 14
Ano de escolaridade: 9.º ano.
Na presente memória descritiva do projeto, está descrito o processo criativo do trabalho alusivo ao concurso “ O mar começa aqui”.
Decidi participar no projeto pois achei que seria uma ideia que iria sensibilizar as pessoas a colocar os resíduos nos ecopontos para assim a não poluir o mar, porque, como sabemos, os resíduos que, por exemplo, deixamos no chão acabam por chegar ao mar.
Comecei por pesquisar um pouco para compreender o que era pedido, de seguida fui investigar imagens de mares e seres marítimos extremamente poluídos e comecei a desenvolver algumas ideias. Foi então que me lembrei das nossas queridas tartarugas que sofrem tanto devido a plásticos despejados nos oceanos. Atendendo à divulgação global de uma tartaruga que ficou deformada com o plástico, que impediu o seu crescimento normal, considerei que esta seria uma mensagem universal de sensibilização da população e que faria com que todos prestassem mais atenção para não poluírem e protegerem os oceanos.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências