O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Escola Sec. D. Inês de Castro (Alcobaça)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
O peixe azul simboliza as águas que fluem para os lagos, lagoas baías ou mar e a máscara que utiliza faz uma alusão à poluição provocada pela falta de limpeza, o descuido e a incorreta deposição dos resíduos;
A sarjeta envolvida num saco de plástico transparente - como de tão entrosado no nosso hábito, que não se vê/não se dá conta do seu uso excessivo e remete também para todo o tipo de detritos que tal como o saco de plástico, nos são tão banais .
A imagem realizada, pretende ser agressiva pelo seu lado não natural - o peixe desta forma representado como a única forma de sobreviver num ecossistema degradado.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Agrupamento de Escolas de Cister – Escola Secundária D. Inês de Castro
Professor coordenador: Isabel Carvalho (professora de Desenho A)
Alunos do 10º ano de Artes Visuais, com idades compreendidas entre os 15 e os 16 anos
Palavras – chave: Cidadania - Preservação – biodiversidade – sustentabilidade
O objetivo deste projeto tem como ponto de partida a cidadania, a preocupação da preservação do planeta e do princípio de que “tudo o que cai no chão vai parar ao mar”.
O trabalho realizado procurou, desta forma, a produção de um alerta para a promoção desse objetivo.
O trabalho foi realizado na disciplina de Desenho A e teve início com a divulgação do projeto do eco – escolas e a campanha de sensibilização que faz este projeto, tendo todos os alunos participado individualmente.
Pesquisámos trabalhos de artistas urbanos, ativistas ecológicos com preocupações idênticas e vimos formas de fazer alertas, onde a expressão artística tinha o seu maior exponente.
Foram assim, resumidas as palavras chave, perante as quais procuraríamos relacionar formas e imagens. No brainstorming que se seguiu, trocámos ideias, soluções e relacionámos conceitos. Como resultado, todos os alunos iniciaram os esboços que procuraram dar corpo a insights que se criaram.
Dos esboços elaborados, foram selecionados alguns, entre os quais o da imagem realizada, que foram organizados nos diferentes elementos que os constituíam e depois coloridos de acordo com o conceito que o veiculam. De todos os trabalhos apresentados, foi selecionado o que é apresentado e do qual foi elaborado a memória descritiva.
Assim, todo o projeto construiu-se com base na representação figurativa, através de um processo de interpretação/identificação que viabilizasse a comunicação da mensagem pretendida.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências