O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Jardim de Infância de Estrebuela (Paredes)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
A Tartaruga foi o elemento selecionada para este projeto. Aquando as pesquisas sobre os animais marinhos, a tartaruga, a par com o tubarão, foi aquele que mais interesse e compaixão suscitou no grupo de crianças. Quer porque apareceram muitas imagens de tartarugas a sofrer com a poluição marítima, quer pelas suas características. É grande, move-se lentamente, consegue esconder-se totalmente na sua carapaça!!
Numa das suas pesquisas no National Geographic, os meninos descobriram que as tartarugas são um dos animais mais antigos no mundo e, ao contrário dos Dinossauros, continuam a habitar os oceanos/terra. Ficaram bastante surpreendidos quando aprenderam que as tartarugas pertencem à família dos répteis!
Ficaram entusiasmados quando souberam que as tartarugas podiam viver mais de 100 anos e ficaram tristes quando constataram que por causa da poluição, que lhes destrói o seu modo de vida, do aquecimento global, entre outros fatores, muitas não vivem mais do que 20 anos.
Encontraram fotos muito tristes de tartarugas emaranhadas em redes e presas em argolas. Sendo tudo isto obra do ser humano.
Assim pensaram que a tartaruga devia ser eleita para demonstrar a todas as pessoas, de que se nada for feito para respeitar o mar, e os seus animais e plantas, a tartaruga, entre tantos outros, deixará de existir!

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Jardim de Infância de Estrebuela - 2019/2020
Atividade: O Mar começa aqui…
Trabalho desenvolvido com crianças de idades entre os 3 e os 6 anos.
Este projeto foi desenvolvido em diferentes fases e orientado de forma transversal, envolvendo a Área do Conhecimento do Mundo, (conhecimento do mundo natural), a Área das Expressões assim como a Área da Linguagem.
1ª fase: Abordagem e exposição do tema “poluição do mar” recorrendo à visualização de vídeos e fotos pesquisadas na internet.
2º fase: Exploração da ligação entre o Mar e as sargetas, com recurso ao ciclo da água, já trabalhado no ano anterior, descobrindo a ligação entre estes dois elementos.
3ª fase: Definir como alertar todos os Humanos, começando pela nossa cidade, para a importância das sargetas e da sua manutenção, com a identificação e decoração de uma.
Objetivos: o que queremos aprender:
Sendo o principal objetivo a sensibilização da comunidade escolar e familiar, da importância das sargetas e da sua relação com a poluição do mar:
Pretende-se que o grupo:
• Interiorize informação tomando consciência de que é necessário que as sargetas estejam limpas e desobstruídas, para que as águas que chegam ao mar estejam o mais limpas possíveis,
• Consciencialização de que, todo o lixo colocada na rua e nas sargetas, poderá ter como último destino, o Mar;
• Sensibilize a comunidade educativa que “Tudo o que cai no chão, vai certamente chegar ao mar”.
Planificação: Como vamos fazer:
-Após as diversas pesquisas sobre a poluição marítima, foram discutidas em grupo as várias propostas/ideias
- Foi escolhida a tartaruga.
- Após esta escolha foram realizados vários registos gráficos individuais
- Após a concretização individual, através do sistema de votação, foi escolhido um para ser pintado na nossa sargeta;
- Divulgar o projeto e a sua explicação;
Coordenadora Eco-Escolas: Eugénia Oliveira Barbosa

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências