O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Escola Secundária de Peniche (Peniche)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
Memória descritiva da imagem
Anexam-se duas imagens, uma com os logotipos estipulados e outra sem os logotipos.
A imagem foi fotografada e composta a partir de desenho incluído numa folha A4, na horizontal. Assim, a escala é de 1/3, ou seja, a tipologia da sarjeta/sumidouro de referência é sensivelmente 3 vezes maior do que a apresentada na “folha” enviada.
A conceção da imagem resultou a partir das abordagens ao longo do ano letivo, efetuadas nomeadamente, em Cidadania e Desenvolvimento, e posteriormente na modalidade de E@D.
O trabalho selecionado foi desenvolvido de forma autónoma pela aluna, tendo em consideração os pressupostos associados.
Termina-se a memória descritiva com os considerandos produzidos pela discente:
“A ideia que quis transmitir com este desenho foi causar impacte nas pessoas, chamando a atenção para a enorme quantidade de lixo que se acumula no fundo dos oceanos. No trabalho foram contemplados vários objetos: um saco de plástico, uma lata, um anzol, uma garrafa de plástico e um anel. Muitos destes materiais acumulam-se nos mares e dificilmente são degradados. Desenhei os animais com uma cara triste para que todos percebam o mal que causamos nos ecossistemas marinhos. Foi uma boa experiência ter participado neste projeto. Os colegas que não foram selecionados também merecem o meu reconhecimento.”

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Memória Descritiva do Projeto
Escola Secundária de Peniche
Professor coordenador da atividade e do projeto Eco-Escolas, nome completo, Francisco António Fidalgo Félix Dias, abreviadamente Francisco Félix.
Aluna: Ana Luísa Martinho Gorjão, n.º 3, idade: 17 anos.
1.º Ano do Curso Profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural (1.º TAR)
Como coordenador do Programa Eco-Escolas senti que a Secundária de Peniche não poderia ficar alheia à atividade “O mar começa aqui”. O concelho de Peniche encontra-se indissociavelmente ligado ao mar, sob múltiplas perspetivas, sendo que a participação no Eco-Escolas, ao longo dos quatro últimos anos letivos, assenta fundamentalmente nestas dinâmicas. A Câmara Municipal de Peniche mostrou-se muito recetiva ao nosso envolvimento e também à participação do Agrupamento de Escolas da Atouguia da Baleia no âmbito de “O mar começa aqui”, a participar no Eco-Escolas, pela primeira vez neste ano letivo. De seguida, o Município de Peniche efetuou a inscrição na plataforma e marcou uma reunião com os representantes das escolas envolvidas. O encontro teve lugar no dia 11 de março, pelas 16:30, no Edifício Cultural da Câmara Municipal de Peniche, onde a equipa responsável pelo município mostrou total disponibilidade para contribuir para o sucesso da iniciativa. Além de outras decisões tendentes à dinamização da atividade, ficou combinado que cada escola selecionaria as sarjetas/sumidouros a pintar. Entretanto as escolas encerraram e a direção do Eco-Escolas reorienta as ações neste contexto. Ficou também combinado que tentaríamos um trabalho colaborativo entre os estabelecimentos de ensino diretamente envolvidos.
Com a implementação do E@D tornou-se mais difícil envolver os alunos numa ampla participação, por isso aposto na turma com mais alunos no Conselho Eco-Escolas, neste caso, a turma 1.º TAR (Curso Profissional de Técnico de Turismo Ambiental e Rural). Sendo diretor de turma do 1.º TAR e estando a coordenar o projeto Cidadania e Desenvolvimento da turma, com a designação de "A t(T) terra não é tua, é NOSSA”, foi fácil motivar os alunos para o trabalho a desenvolver, até porque já os tinha motivado para os assuntos subjacentes, dado o interesse dos alunos em chamar a atenção para o abandono das beatas na via pública. Disponibilizados os dados através de PowerPoint, nomeadamente o modelo de sarjeta/sumidouro a pintar, os alunos foram convidados a concretizar os projetos.
Entretanto um júri selecionou o trabalho que agora se apresenta a concurso.
Gostaria de acrescentar que a Secundária de Peniche costuma interagir com outro estabelecimento de ensino da cidade em termos de projetos ambientais, o Agrupamento de Escolas D. Luís de Ataíde. Assim, houve possibilidade da turma 5.º C, no âmbito da Cidadania, projetar também a pintura de sarjetas/sumidouros. Os alunos mais novos ficaram entusiasmados com o facto de estarem a participar num projeto com estas características. Neste momento, estão a desenvolver esses projetos, em colaboração com colega Elisa Silva, de Educação Visual e Tecnológica. Apesar de a participação no concurso não ser possível, organizaremos uma exposição com os trabalhos dos mais novos.
Em princípio, no próximo ano letivo colocaremos mãos à obra, tentando também envolver os mais novos. Resta agradecer o apoio do Município de Peniche em todo o processo.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências