O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Escola Secundária de São Pedro da Cova, Gondomar (Gondomar)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
MEMÓRIA DESCRITIVA
“O mar começa aqui”
Índice
1. IDENTIFICAÇÃO DO AUTOR 3
2. IDENTIFICAÇÃO DA TURMA 3
3. IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA 3
4. DATA 3
5. TÍTULO 3
6. METODOLOGIA DE EXECUÇÃO 3
7. CONSIDERAÇÕES FINAIS 4
1. IDENTIFICAÇÃO DO AUTOR
Marta Filipa Oliveira Cardoso
2. IDENTIFICAÇÃO DA TURMA
Curso Profissional Técnico de Desenho Gráfico 10º ano
3. IDENTIFICAÇÃO DA ESCOLA
Escola Secundária de São Pedro da Cova, Gondomar
4. DATA
Maio de 2020
5. TÍTULO
“O mar começa aqui”
6. METODOLOGIA DE EXECUÇÃO
Depois de fazer uma análise dos seres vivos marinhos existentes na nossa costa, escolhi a – lula –, pois a lula contém uma glândula de tinta, um órgão presente nos moluscos cefalópodes, que é responsável pela produção e armazenamento de um fluido de coloração escura. Quando estes animais utilizam esta glândula, uma nuvem de tinta é libertada na água, servindo para confundir um eventual predador. Algumas espécies usam este mecanismo para paralisar uma presa ou bloquear um ataque de um indivíduo da mesma espécie.
Com a intenção de parar com a atitude do Homem, de depositar resíduos nas ruas, desenhei a lula a libertar a sua tinta para cima da sarjeta, não para paralisar uma presa mas sim para bloquear o ataque do ser humano ao seu habitat, o mar.
7. CONSIDERAÇÕES FINAIS
Foi muito interessante participar neste projeto porque quer eu, quer todos os meus colegas, ficamos mais sensibilizados para as consequências da incorreta deposição dos resíduos que leva a uma destruição dos ecossistemas marinhos e dos ecossistemas terrestes.
De forma mais lúdica, a mensagem de alerta é mais eficaz para toda a comunidade. Com a pintura num espaço real iremos conseguir sensibilizar a comunidade para a preservação do nosso oceano.
Todos nós devemos preservar e incentivar a preservação dos ecossistemas e da biodiversidade.
S. Pedro da Cova, 14 de maio de 2020
Marta Filipa Oliveira Cardoso

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Memória descritiva do projeto “O mar começa aqui”
Os Coordenadores do Programa Eco-Escolas da Escola Secundária de São Pedro da Cova – Gondomar, Professores Ana Santos e Carlos Piedade, solicitaram à Professora Paula Marinho a participação no Projeto “O mar começa aqui”. A professora aceitou o desafio e envolveu a turma do curso profissional Técnico de Desenho Gráfico, do 10º ano, na disciplina de Design Gráfico. Estes alunos encontram-se na faixa etária dos 15 / 16 anos.
A professora Paula Marinho começou por abordar aos alunos, o tema “Resíduos de São Pedro da Cova”.
A Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional do Norte informou, dia 5 de março de 2020, que a retirada de toneladas de resíduos industriais perigosos depositados em São Pedro da Cova, freguesia de Gondomar, aguarda o visto do Tribunal de Contas, para dar seguimento à prestação de serviços que visa a remoção dos resíduos provenientes da Siderurgia Nacional, que laborou entre 1976 e 1996, na Maia, e que foram depositados nas escombreiras das minas de carvão de São Pedro da Cova, numa situação que remonta a 2001/2002. A população tem realizado vários protestos contra a demora na resolução do problema e a professora achou pertinente abordar este assunto. No seguimento deste tema, a docente aproveitou para discutir o tempo de degradação dos resíduos, o percurso das águas pluviais e a contaminação das linhas de água, a poluição marinha e o impacto dessa poluição nas águas e nos ecossistemas, temas sugeridos no regulamento do concurso “O mar começa aqui”. Os alunos foram motivados a estudar os vários tipos de sarjetas, a sua localização e modo de funcionamento. Depois desta sensibilização na turma, os alunos começaram a trabalhar na sensibilização da comunidade em geral. Lembrando que tudo que é deitado no chão vai parar aos oceanos. Pesquisaram espécies existentes na nossa costa, fizeram uma seleção, escolheram as cores, elaboraram um desenho para, posteriormente, pintar numa sarjeta situada na região, alertando para a preservação do oceano, para as consequências da incorreta deposição dos resíduos que leva a uma destruição dos ecossistemas marinhos e dos ecossistemas terrestes. Por fim, selecionou-se o trabalho para ir a concurso.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências