O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Escola EB 2,3 Prof. Pedro d'Orey da Cunha (Amadora)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
As imagens escolhidas para este trabalho tiveram em conta que a biodiversidade marinha é a mais afetada pela poluição do mar mas que de facto esta ação interfere com o equilíbrio natural de todos os ecossistemas do nosso planeta. O nosso planeta é maioritariamente constituído por oceanos e o Homem está cada vez mais a destruir o Mar. Muitas vezes a causa de morte dos peixes é devido à presença de plásticos e outros objetos que lançados para o chão tem depois, através das sarjetas, como destino final o Mar. Mas o Homem nem se lembra que também é fortemente afetado e começamos cada vez mais a sentir os efeitos da sua irresponsabilidade comprometendo o futuro desta nossa casa – a Terra.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Esta atividade foi desenvolvida no âmbito do tema Educação Ambiental explorada na disciplina de Cidadania e Desenvolvimento na Escola Professor Pedro D´Orey da Cunha, após ter sido sugerida a sua implementação pelos Coordenadores Ana Fonseca e Élio Santos em reuniões de trabalho docente. Durante as aulas desta disciplina, algumas das turmas do 8º ano foram inicialmente sensibilizadas para a crescente poluição no nosso planeta, tendo sido dado especial destaque à poluição dos Oceanos, em parceria com as disciplinas de Ciências Naturais e Físico-Químicas. Posteriormente, os alunos realizaram pesquisas orientadas para as principais causas e algumas das suas consequências, tendo sido ainda apresentadas estratégias de medidas que ajudem a acabar de vez com esta catástrofe ambiental. Já na fase inicial do confinamento devido ao Covd-19, foi sugerido aos alunos a realização de um desenho de uma sarjeta com imagens ilustrativas que representassem a beleza e a simplicidade do mar, acompanhadas de uma reflexão individual sobre o conteúdo do seu trabalho. O desenho selecionado pelos Coordenadores do Programa Eco-Escolas foi realizado por uma aluna do 8º ano, turma A, número sete, com treze anos de idade.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências