O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Escola EB 2,3 D. Nuno Álvares Pereira (Tomar)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
Estrela – do – mar
Quando me propuseram este trabalho, achei que tinha de ser este desenho simples, mas muito colorido. Só assim chamaria à atenção de todos nós,. Há pouco tempo li uma notícia em que todos os cientistas alertavam para a morte de estrelas-do-mar causada pela poluição e pelo aquecimento dos mares e dos oceanos. Então nada melhor do que fazer uma homenagem às estrelas do mar. Estas apesar de poderem quebrar-se em muitos pedaços, têm a capacidade de se regenerarem (reproduzirem) e voltar a crescer. Aqui fica esta simbologia como um recado para todos nós.
ESTOU-TE A VER!
Autor: Margarida Almeida, 6º E

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
“O mar começa aqui” é um projeto que está a ser desenvolvido na nossa escola, em colaboração com a autarquia, e que foi interrompido, de forma brusca (devido ao covid 19), com o encerramento da escola. A nossa escola é uma instituição muito preocupada com as questões ambientais e com alunos amigos do ambiente. Estes são permanentemente motivados e sensibilizados, transversalmente em todas a áreas de ensino, para a necessidade de proteger e preservar o Planeta, a sua biodiversidade e, consequentemente, os ambientes marinhos e as espécies que neles coabitam e dependem.
No contexto atual em que vivemos, e aceitando o desafio da Eco-escolas, foi reforçada a sensibilização, junto dos alunos e encarregados de educação, para dar continuidade ao mesmo. Assim, em articulação com as disciplinas de Ciências Naturais, Cidadania e Educação Visual, os professores propuseram aos alunos do 2º ciclo que fizessem um trabalho de pesquisa sobre esta temática e desenvolvessem um projeto simples e apelativo, através da elaboração de uma maquete que, posteriormente, irá ser utilizada na decoração das tampas dos esgotos ou sarjetas. Este trabalho tem o objetivo de alertar, sensibilizar e despertar a comunidade para a preservação dos oceanos e perceber que, debaixo daquelas tampas, circulam águas residuais, misturadas com resíduos sólidos que chegam através das sarjetas ou sumidouros. O homem, de forma inconsciente, tende a não apostar na separação dos resíduos.
As professoras de Educação Visual e de Ciências Naturais acompanharam os alunos na elaboração dos trabalhos e selecionaram o trabalho mais criativo e apelativo que irá representar a escola neste projeto.
Trabalho elaborado:
Profas. responsáveis: Fátima Esteves e Ascenção Furtado
Escola D. Nuno Álvares Pereira
Alunos do 2º ciclo
20 alunos da Turma do 6º E com idades entre os 11 e 12 anos

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências