O Mar Começa Aqui | Trabalhos

Escola EB 2,3 Octávio Duarte Ferreira de Tramagal (Abrantes)

Fase I - Escola: proposta

Memória descritiva da imagem:
Os resultados da cultura do uso do plástico descartável podem ser vistos sempre que se vai a uma praia ou até na prática de mergulho em qualquer parte dos oceanos. De acordo com uma estimativa, até 2050 os oceanos poderão conter por peso, mais plástico do que peixe. Os artigos descartáves de plástico são o maior grupo único de resíduos encontrados nas margens do mar: produtos como garrafas de bebida, beatas de cigarros ou cotonetes representam quase metade de todo o lixo marinho. A maneira mais eficaz de resolver o problema é evitar que mais plástico entre no oceano.
Assim optamos por convidar um polvo, que como animal marinho bastante inteligente, tem o maior interesse em que estes resíduos não cheguem até ao mar. A sua ajuda é preciosa pois os seus vários braços conseguem deter, simultaneamente, vários objetos de plástico. Só envolvendo muitas pessoas, muitos braços empenhados, conseguimos reduzir as toneladas de plástico que estão a chegar aos oceanos. Pretende simbolizar o necessário e urgente envolvimento de todo o planeta, que é fundamental, para reduzirmos a quantidade de plástico que chega, nomeadamente pelos sumidouros e sarjetas, aos oceanos.
Das cores escolhidas para o desenho: o azul representa a integridade, a segurança e a vida; o laranja representa o desejo e a confiança num mundo melhor.

Proposta de imagem a pintar:

Memória descritiva do projeto:
Os professores que estão a coordenar esta atividade, Teresa Mendes e Leonor Lopes, na Escola Octávio Duarte Ferreira de Tramagal, decidiram trabalhar este projeto com uma turma do oitavo ano, turma I, com uma média de 14 anos, por várias razões. O ciclo da água faz parte do programa curricular de Ciências Naturais, permitindo explorar de uma forma mais aprofundada os vários processos envolvidos no ciclo referido. Complementarmente, este programa curricular permite que sejam discutidos temas como o tempo de degradação dos resíduos, a contaminação das linhas de água, a rede hidrográfica, a poluição marinha e o impacto da poluição das águas doces e salgadas nos diversos ecossistemas, como era solicitado no regulamento do concurso. Depois de termos verdadeira consciência do problema, percebemos o quanto é urgente o empenho de todos nós na redução do lixo marinho.
A localização muito visível de sumidouros localizados na entrada da escola permite fazer uma sensibilização mais efetiva da comunidade para toda esta problemática.
A ajudar, no presente ano letivo, a escola estava a participar no concurso “Separa e ganha” da Valnor, fazendo com que a comunidade escolar estivesse, de uma forma geral, muito motivada, para a separação correta dos resíduos/ reciclagem, o que ajudou a ganhar uma noção da quantidade de plástico que produzimos nas nossas casas.
Logo no início, muito facilmente, surgiu a idéia de utilizarmos um polvo no desenho, para termos vários braços a segurar diferentes objetos de plástico. Ainda foi equacionado a presença de outros seres vivos marinhos, mas depois chegou-se à conclusão que o desenho ficaria muito apinhado ainda mais com a frase e os vários logotipos que também eram necessários estarem presentes. Depois houve um período de tempo necessário para desenhar vários polvos e em várias posições, para percebemos qual seria a melhor escolha.
Entretanto, não foi possível terminar o trabalho no tempo em que havia aulas presenciais e surgiu este contexto de pandemia que obrigou ao isolamento social. Assim, para terminarmos este trabalho, tivemos que apostar na continuação do trabalho mais com uma aluna, Matilde Lopes, dessa mesma turma, que de todos foi a que manifestou mais interesse, empenho, independência e criatividade. Para se concretizar foi fundamental a ajuda preciosa e lúcida da docente Leonor Aivado, que com a sua sensibilidade artística, foi dando umas indicações muito importantes, para que o trabalho fosse concluído com sucesso. Valeram as novas tecnologias para irmos todos, trocando de ideias e sugestões.

Fase II - Escola: execução

Fase II - Município: evidências